Academia Nacional da Policia Rodoviaria Federal aprova Phantosys

Case de sucesso na Academia da Polícia Rodoviária Federal, que contratou a solução Phantosys em 2016.

Após um ano de implantação na ANPRF, o sistema Phantosys prova ser uma solução robusta e eficaz, que cumpre seu objetivo.

Sobre a ANPRF

A Academia Nacional da PRF é uma unidade única no Brasil, localizada no Município de Florianópolis/SC, que centraliza a atividade de formação, treinamento e capacitação no ambiente pedagógico da Polícia Rodoviária Federal. A Academia conta com uma área de cerca de 80.000 m², com mais de 10.000 m² de área construída – infraestrutura necessária para o atendimento satisfatório da finalidade pedagógica da Instituição.  A excelência na formação, treinamento e capacitação dos policiais é prioridade na organização do Departamento, sendo referência para órgãos de segurança pública, dentro e fora do território nacional.

O problema

A instituição inclui laboratórios de informática utilizados para vários cursos de formação de policiais, sendo que alguns cursos utilizam softwares específicos. Esses diversos ambientes de software precisam de constantes alterações e adequações, o que tornava o gerenciamento do parque de computadores e sistemas uma demanda constante para a gestão de TI. Além disso, como os cursos são agendados em turmas que se deslocam de todo o Brasil para esse fim em datas específicas, qualquer problema que cause a indisponibilidade de computadores ou a necessidade de intervenção durante o período do curso, ocorria em grande transtorno e prejuízos para todos os que dependem desses recursos para conduzir os programas de treinamentos seguindo seu respectivo cronograma e planejamento.

A solução com a implantação do Phantosys

A instituição, que contratou a solução Phantosys após processo licitatório, implementou o sistema ao mesmo tempo que capacitou seu corpo técnico obtendo em pouco tempo total autonomia no gerenciamento do ambiente, provando ser uma solução de tecnologia avançada mas relativamente simples para operar, e muito eficaz.

As salas de informática continuam equipadas com os mesmos computadores laptops e sistemas operacionais Windows 10 já existentes. Não houve qualquer necessidade de investimentos na rede, em servidores, ou alterações nas estações.

Com a implantação do Phantosys, agora os sistemas utilizados nos computadores são separados por curso, e os alunos selecionam qual curso no momento que os computadores são inicializados. Os gestores apenas precisam manter atualizados o padrão de sistema de cada curso, utilizando uma única estação para realizar qualquer mudança, que são replicadas para todos os outros computadores, instantaneamente. Eventuais problemas nos sistemas, causados por usuários ou pelos próprios softwares, são corrigidos automaticamente com o reinício das estações, sem necessidade de intervenções durante os cursos.

 

 

Deixe uma resposta